Queridos leitores...

No blog Histórias da Sementinha reúno histórias Bíblicas infantis para serem trabalhadas com as crianças, meu intuito é cooperar para que a Palavra de Deus possa chegar às crianças de forma lúdica, eficaz e verdadeira.

As histórias contidas no blog foram coletadas na internet para o meu uso pessoal, com o tempo comecei a postar para deixá-las reunidas de forma a facilitar meu ministério diário, o que começou como uma simples coleção de histórias se espalhou e se tornou útil também para diversas pessoas, sendo mães, pais, avós e ministros do evangelismo infantil.

Estou completamente aberta à sugestões e críticas CONSTRUTIVAS. Se for encontrado no blog qualquer erro de ortografia, irregularidade contra a lei de direitos autorais, ou histórias que estão em desacordo com a Bíblia Sagrada peço que entre em contato comigo para que eu possa imediatamente corrigir, me retratar ou excluir a postagem, peço a compreensão de todos e apesar do meu pouco tempo disponível para a manutenção deste blog, espero que ele seja diariamente um instrumento de bênção na vida das pessoas, principalmente àqueles que possuem pouco ou nenhum recurso para a divulgação do Evangelho de Jesus Cristo nosso Senhor.

Aproveitem as histórias, divulguem e não esqueçam de deixarem mensagens, farei questão de responder a cada uma!

Que Deus abençoe cada visitante! Para todos deixo o Salmo 139.

.

.

12 de setembro de 2016

Abelha Zum-Zum, a abelha trabalhadora


Era uma vez, uma abelhinha muito linda chamada Zum-Zum. Ela era a mais linda abelha da colmeia. Vocês sabem o que é uma colmeia? É a casa onde as abelhas moram. Numa colmeia existem muitas abelhas. E elas fazem um barulhão assim: Zumzumzummmmmmmmmm (imite o som da abelha). As abelhas trabalham muito. Elas não param um minuto! Às vezes, viajam quilômetros e quilômetros para buscarem um pouquinho de mel que está em uma florzinha. Depois trazem o melzinho para a colmeia. Mas, às vezes, há abelhas que trabalham mais do que as outras. E a nossa abelhinha Zum-Zum, era assim. Trabalhava sem parar! Todos da colmeia gostavam muito dela, porque ela sempre estava alegre. Seu cântico e sua risadinha enchiam de alegria a colmeia.


Certo dia, Zum-Zum saiu para buscar mel bem longe da colmeia e encontrou sua amiguinha caída no chão. Ela estava quase que morta, porque não havia conseguido encontrar mel nenhum. Vocês sabiam crianças que as abelhinhas têm uma bolsinha onde guardam o mel e quando estão com fome, elas comem o melzinho. Mas a abelha Zum-Zum ouviu um zumbido assim:
- Aí, aí, aí!
Vocês pensaram que ela saiu voando embora? Não! Ela procurou de onde vinha aquele chorinho e encontrou uma abelhinha caída. Então, sabem o que Zum-Zum fez? Ela tirou do seu mel, e deu à amiguinha e esperou até que ela ficasse forte novamente. E depois, as duas foram buscar mais mel nas flores perfumadas e voltaram contentes para a colmeia. 


Então Zum-Zum teve uma ideia! Então pensou: - Bem que nós poderíamos fazer outra colmeia bem mais forte do que a que estamos, porque eu estou vendo muito vento vindo por aí. É até possível que essa nossa colmeia caía por causa do vento! E não quero ver nenhuma amiguinha caída no chão com fome! Então Zum-Zum fez uma reunião com todas as abelhas que estavam presentes na colmeia. Todas reunidas faziam aquele barulhão! (imite o som da abelha todos juntos) Assim que Zum-Zum começou a falar, todas ficaram quietas. Que silencio! E Zum-Zum falou:
- Nós vamos fazer uma coisa, colher muito mel, trabalhar muito, e guardar o melzinho colhido para o tempo da chuva e do vento e faremos uma linda e forte colmeia. Então as outras abelhinhas disseram:
- Zum-Zum, nós não queremos trabalhar! Você só pensa em trabalhar, trabalhar!
E começaram a caçoar de Zum-Zum. Que pena! Bem que Zum-Zum tinha boas ideias! Mas elas não quiseram dar ouvidos!
 Algumas das abelhinhas disseram:
- Nós não gostamos de você e de suas amiguinhas! Querem saber? Fiquem vocês aqui nessa colmeia, que nós vamos morar naquela árvore grande. Pois lá é fresquinha e tem flores com mel para todas nós! 


E saíram voando fazendo o maior barulho em direção daquela árvore grande que escolheram. Bem, não era isso que Zum-Zum queria, mais foi assim que aconteceu!
Então Zum-Zum disse para as abelhinhas que ficaram com ela:
-Vamos trabalhar amiguinhas? E elas todas contentes disseram:
- Vamos, vamos! E trabalharam muito! Muito mesmo!
 E as outras abelhinhas viam lá da outra árvore grande a correria das abelhinhas trabalhadoras. E começaram a caçoar delas dizendo:
- Bobas, só sabem trabalhar! Olhem para nós! Olhem! 
E viravam cambalhotas e pulavam nos galhos frescos e macios cheios de flores da árvore grande. E diziam para Zum-Zum e suas amiguinhas:
- Querem um melzinho?
E chupavam a flores fazendo o maior barulho. E rindo diziam:
- Aí é quente! Aqui onde estamos é fresquinho! Quáquáquá...


De repente o tempo começou a mudar, o céu começou a ficar bem escuro! O jornal naquele dia deu a notícia de que teria um furação. Crianças, vocês sabem o que é um furação? É um vento muito forte que sai derrubando tudo que tem pela frente, casas, árvores... Fazendo muitos estragos! No dia seguinte, o vento começou a soprar (imite o som do vento). E soprou mais forte, e mais forte! Zum-Zum e suas amiguinhas trancaram bem a porta da colmeia. Uma abelhinha bebezinha disse:
 - Mamãe quero papa!
E a mamãe abelha contente deu o mel gostoso que estava guardado para sua filhinha abelhinha. E o vento soprou ainda mais forte. A chuva grossa caia pra cá e pra lá. E fez um frio! Enquanto isso, as abelhinhas preguiçosas que estavam na árvore grande, tentaram segurar-se nas folhas e nas flores. Mas o vento que estava muito forte, fez com que os galhos das folhas e das flores em que elas estavam vieram a se quebrarem, e não deu outra, elas caíram no chão. Então a abelha mais preguiçosa disse para as outras:
- Vamos para a colmeia da Zum-Zum e suas amigas! Algumas delas que estavam ainda na árvore, tentaram voar para a árvore novamente. Mas não conseguiram chegar. As que estavam fortes foram até a portinha da colmeia da Zum-Zum. Suas mãozinhas chegaram a encostar-se à porta, mais não conseguiram bater. Caíram ali mesmo!


No dia seguinte, o vento passou, o sol pálido de inverno brilhou ainda meio gelado... Enquanto isso, Zum-Zum alegre, sorrindo, abriu a porta da colmeia e oh! Suas amiguinhas preguiçosas que tanto curtiam e tanto riram dela, estavam se arrastando bem devagarinho, que pareciam mortas. Pobrezinhas! Então Zum-Zum e a abelha mais velha e mais sabida da colmeia disseram:
- Vamos vê-las? 
No mesmo instante, algumas abelhinhas saíram também da sua casinha gostosa e quentinha para olhar aquelas abelhinhas caídas no chão. Então disseram:
- Vejam! Estão se mexendo! Que vamos fazer? 
Então Zum-Zum com uma carinha muito boa disse: 
- Ajudem-me depressa! Vamos levá-las para dentro da nossa colmeia! Elas precisam de comida e calor!
Não demorou nem um pouquinho, e as que gostavam só de brincar e caçoar já estavam lá dentro da casinha quente juntamente com Zum-Zum e suas amiguinhas. As amiguinhas de Zum-Zum colocaram mel na boquinha da cada uma delas, e cobriram-nas com um cobertorzinho bem quentinho. E elas dormiram, dormiram, até que escureceu novamente. De repente, uma delas abriu os olhos, sentiu forças, sentou-se, olhou para os lados e percebeu que estava na colmeia da Zum-Zum e suas amiguinhas e começou a chorar e dizer:
- Muito obrigada amiguinhas, muito obrigada!  As outras também acordaram e quando perceberam o que estava acontecendo, ficaram muito envergonhas, abaixaram suas cabecinhas e disseram:
- Agora temos certeza de que é melhor trabalhar muito e ouvir um bom conselho.
E disseram mais a Zum-Zum e suas amiguinhas:
- Nós perdoe por caçoar de vocês e não dar ouvidos! Podemos morar aqui com vocês? Zum-Zum e suas amiguinhas disseram:
- Claro!
E elas trabalharam ainda mais do que as outras e ficaram muito amigas.  Que beleza, não? 

2 comentários:

Deixe seu recadinho!!!