No blog Histórias da Sementinha reúno histórias Bíblicas infantis para serem trabalhadas com as crianças, foi fazendo o curso da APEC em Brasília que aprendi sobre o Evangelismo Infantil e sua importância. Aproveite as histórias, divulgue e não esqueça de deixar sua mensagem!

Que Deus abençoe a cada internauta visitante! Para todos deixo o Salmo 139.

Clique nas imagens das histórias para ampliar

Clique nas imagens das histórias para ampliar

18 de junho de 2016

A multiplicação dos pães e peixes






Certa vez, quando Jesus estava pregando ao ar livre, a Bíblia nos diz que havia cinco mil pessoas em pé e outras sentadas ao redor d'Ele, ouvindo-O falar. Estava ficando tarde e já era quase hora do jantar. O que acontece com as pessoas quando vai chegando a hora do jantar? Isso mesmo, as pessoas lá também estavam ficando com fome.

Os discípulos disseram a Jesus para despedir a multidão, mas Jesus respondeu que eles mesmos deveriam ver se havia alguma coisa para alimentar o povo.

- Precisamos arranjar alguma coisa para comer – disse Jesus.

Quanto, vocês acham que custaria comprar comida para cinco mil pessoas? Vocês acham que Jesus e Seus amigos tinham dinheiro suficiente para comprar comida para toda essa gente?

- Não temos dinheiro para comprar comida para toda essa gente. Respondeu Felipe. Logo depois, chegou André, dizendo:

- Olhem o que eu encontrei! Aqui há um menino que quer ajudar! 

Ele trouxe o seu lanche com cinco pães e dois peixes. 

Bem... Isso é muito pouco para alimentar tanta gente, não é mesmo? Quantos pães e quantos peixes vocês acham que seriam necessários para alimentar cinco mil pessoas? Muito, muito, não é verdade?... Mas, assim mesmo, o menino entregou a Jesus o lanchinho que a mamãe lhe havia preparado, com os cinco pães e os dois peixinhos.

Jesus mandou que todos se assentassem. Ele agradeceu a Deus o alimento, dividiu os peixes, colocou dentro dos pães e começou a partir os pães em pedaços. Quando já havia bastante, pediu aos discípulos que os colocassem em cestos e os distribuíssem às pessoas.

Depois, os amigos de Jesus ajudaram a distribuir o alimento. Os pães e os peixes não se acabaram, até que todos comessem. Quando toda aquela gente terminou de comer, os amigos de Jesus recolheram doze cestos de sobras. 


Pelo Seu poder, Jesus alimentou cinco mil pessoas com apenas cinco pães e dois peixes. Jesus planejou este maravilhoso milagre com a ajuda daquele menino. Hoje, Ele tem os olhos postos em você. Ele sabe o que fazer se você colocar o seu melhor; o mais valioso tesouro que tiver em Suas mãos.

História de Nicodemos

Nicodemos, um fariseu entre os judeus, foi visitar Jesus à noite.

"Rabi, sabemos que vieste da parte de Deus, porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não esteja com ele ", disse Nicodemos.



Jesus respondeu-lhe: Em verdade vos digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus."Em seguida, Jesus diz a Nicodemos sobre novo nascimento. "Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem ser levantado, para que todo aquele que crê nele não pereça, mas tenha a vida eterna. “Enfatizar: Deus amou o mundo "Porque Deus amou o mundo que Ele deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que crê, não pereça, mas tenha a vida eterna "(João 3:16).


Os fariseus e os principais dos sacerdotes tinham enviados oficiais da justiça (guardas do templo) para aproveitar e prenderem Jesus. Mas eles não o fizeram. Quando perguntaram por que eles não tinham prendido Jesus por traição, eles disseram: "Nunca alguém falou como este homem! " Então Nicodemos, que era agora um discípulo de Jesus disse: "Porventura de acordo com a nossa lei não podemos julgar ou condenar um homem sem ouvi-lo e sem saber o que ele fez! Então Nicodemos defendeu Jesus”.


Então se cumpriu o que Jesus disse a Nicodemos que: Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim o Filho do Homem seja levantado, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.


Nicodemos e José de Arimatéia eram discípulos em secreto. Para eles e para todos os discípulos de Jesus era um dia muito triste quando seu Mestre foi crucificado. José de Arimatéia pediu a Pilatos, o governador romano, para deixá-lo levar o corpo de Jesus e enterrá-lo; e Pilatos lho permitiu.


Nicodemos trouxe cerca de cem libras de um composto de mirra e aloés para o enterro.



Nicodemos e José de Arimatéia envolveram o corpo de Jesus em panos de linho com as especiarias, como Era o costume de sepultamento dos judeus.


No lugar onde eles tinham crucificado Jesus tinha um jardim e um sepulcro novo, que era de José em Arimatéia. Então puseram a Jesus ali.


Nicodemos e José de Arimatéia foram embora da sepultura muito tristes. O Mestre estava morto!



Mas Jesus ressuscitou. Que alegria para estes discípulos, saber que Jesus vive! "Por que buscais entre os mortos o que vive? Ele não está aqui, mas tem ressuscitado "(Lucas 24:15).



Para Nicodemos e todos os que creem em Jesus e o tem como Senhor e Salvador recebem a esperança de viver com Ele no céu para sempre.