Queridos leitores...

No blog Histórias da Sementinha reúno histórias Bíblicas infantis para serem trabalhadas com as crianças, meu intuito é cooperar para que a Palavra de Deus possa chegar às crianças de forma lúdica, eficaz e verdadeira.

As histórias contidas no blog foram coletadas na internet para o meu uso pessoal, com o tempo comecei a postar para deixá-las reunidas de forma a facilitar meu ministério diário, o que começou como uma simples coleção de histórias se espalhou e se tornou útil também para diversas pessoas, sendo mães, pais, avós e ministros do evangelismo infantil.

Estou completamente aberta à sugestões e críticas CONSTRUTIVAS. Se for encontrado no blog qualquer erro de ortografia, irregularidade contra a lei de direitos autorais, ou histórias que estão em desacordo com a Bíblia Sagrada peço que entre em contato comigo para que eu possa imediatamente corrigir, me retratar ou excluir a postagem, peço a compreensão de todos e apesar do meu pouco tempo disponível para a manutenção deste blog, espero que ele seja diariamente um instrumento de bênção na vida das pessoas, principalmente àqueles que possuem pouco ou nenhum recurso para a divulgação do Evangelho de Jesus Cristo nosso Senhor.

Aproveitem as histórias, divulguem e não esqueçam de deixarem mensagens, farei questão de responder a cada uma!

Que Deus abençoe cada visitante! Para todos deixo o Salmo 139.

.

.

30 de agosto de 2012

Barnabé, o menino do barril


1-No centro de uma grande cidade, vivia um menino chamado Barnabé Morden. Era muito pobre, vivia sempre com fome, e não sabia o que era ser amado por alguém. Seu pai e sua mãe haviam sido pessoas muito más e devido à vida que levavam foram cedo para a sepultura. O único lar que Barnabé conhecia foi um grande barril colocado atrás de uma das grandes lojas. Durante o dia Barnabé vendia jornais nas ruas de mais movimento, conseguindo somente o dinheiro necessário para satisfazer parcialmente sua fome. Quando chegava a noite, ia para o barril, encolhia-se sobre um velho casaco e tentava esquecer que estava sozinho, com frio e com fome.

2-Era uma noite de inverno, quando vagava ao longe de uma rua sombria olhando os objetos colocados nas vitrines das lojas... Ouviu os suaves acordes de uma música. Acompanhando esse som, foi ter no edifício de uma loja que estava repleta de luz. Na janela ele viu estas palavras: “Missão Evangélica” Seja bem-vindos Pensando que tal vez estivesse quente lá dentro..

3- Bem devagar, Barnabé abriu um pouco a porta e encontrou lugar no último banco. Logo em seguida um homem de olhar bondoso dirigiu-se para frente, falou as pessoas presentes e leu em voz alta num livro ao qual chamava: A preciosa palavra de Deus. -Disse-lhes que seus corações estavam cheios de pecado porque a Bíblia diz que “ Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”, e que deviam todos deixarem o Senhor Jesus tirar o pecado de seus corações, fazendo-os brancos como a neve. Pela primeira vez em sua vida, Barnabé ouviu falar a respeito do maravilhoso Senhor Jesus e de sua morte na cruz.

4- O homem apresentou o caminho da salvação de modo tão simples e claro que no fim do trabalho, quando fez o apelo, muitas pessoas vieram a frente, desejosas de aceitar Jesus como seu Salvador. Entre esse grupo de pessoas despercebido por muitos, estava o pequeno Barnabé. Ele reconheceu que era pecador e quis que o maravilhoso Salvador tornasse o seu coração branco como a neve e o salvasse, pois assim ele iria viver no céu com Jesus. Quando todos se retiraram o bom homem viu Barnabé, e falou-lhe mais coisas a respeito de Jesus e Barnabé aceitou Jesus como seu único Salvador. Depois o homem lhe deu um pequeno evangelho de João e ele voltou para o barril. Daquele dia em diante, Barnabé foi um menino completamente diferente. Ele fazia com que todos com quem encontrasse vissem a luz e o amor de Jesus brilhar em seu coração.

5- Chegando o inverno, Barnabé tremia de frio porque não tinha roupas com que se aquecer. A noite no seu barril, sentia muito frio, e, finalmente adoeceu gravemente. Ficou tão mal que não podia sair do seu barril permanecendo lá deitado, sofrendo muito e soluçando. Um dia um guarda passava por aquele beco, ouviu os soluços e chegando até o barril achou o doentizinho, tomou em seus braços e levou-o para o hospital de uma grande cidade, onde o levaram e deitaram-no em um leito branco e macio entre lençóis e cobertores quentes. Deram-lhe alimentos quentes e deliciosos e ficaram vigiando até que ele adormecesse.

6- No dia seguinte, quando as enfermeiras perguntaram se ele queria alguma coisa, pediu que lhe trouxessem uma Bíblia e lessem qualquer coisa a respeito do Senhor Jesus, que morrera por ele. As enfermeiras que não eram salvas e não amava ao Senhor Jesus, não satisfizeram o desejo de Barnabé. A noite, quando o médico veio vê-lo já bem tarde, achou-o muito fraco e, apesar de todos os esforços feitos para ajuda-lo, viu que o pequeno não teria muitos dias de vida. Então o médico e as enfermeiras que já gostavam dele e sabiam que ele não viveria muito tempo, decidiram-se a fazer tudo que pudessem por ele, e Barnabé pediu novamente a Bíblia.

7- Eles trouxeram e leram, como ele queria, a respeito do amor do Pai Celestial para conosco, amor tão grande que o levou a mandar seu único filho para morrer no Calvário, para que todo aquele que nEle crer não pereça mas tenha a vida eterna. Finalmente, o médico e duas enfermeiras ajoelharam-se ao lado da cama de Barnabé e aceitaram a Jesus como seu salvador.

8 - Barnabé morreu naquela noite, mas foi morar com aquele que pagou tudo por ele.

9 – E lá no Céu encontrou seu nome “Barnabé Morde” escrito no Livro da Vida. Encontrou, também, uma linda coroa que estava preparada para ele. Era a coroa da alma vencedora.

10 -Lá ele viu, ainda, a brilhante Estrela da Manhã, o Senhor Jesus. Barnabé nunca teria chegado ao céu se o bom pastor não houvesse procurado quando era cordeirinho e pecador, tornando seu coração branco como a neve.

(Faça o Apelo)

Material que pode ser utilizado junto com a Historia: Livro Sem Palavras – Visualizado – material da Apec - www.apec.com.br.

Esta história relata a importância da salvação, de aceitarmos Cristo como Salvador, e o lugar para os que aceitam a Jesus é o Céu de glória.

Outro fator muito importante é trabalhar com as crianças o fator morte – lembrando que a nossa alma é eterna e que somente qunado aceitamos e confessamos Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador é que teremos direito ao Céu de glória e ficarmos eternamente, junto a Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recadinho!!!